A Bancada Evangélica no Congresso Nacional e lideranças religiosas  fundamentalistas se posicionam como se fossem proprietárias do campo religioso, das milhares de igrejas espalhadas pelo Brasil e dos valores judaico-cristãos.  Pretendem falar em nome de todos os evangélicos e cristãos do país. E pior: em defesa de um projeto de poder totalitário, fundado na violência, no preconceito, na intolerância e no ódio, negam a força da espiritualidade popular e a vida comunitária daqueles que pensam, sentem e vivem o evangelho de forma diferente da deles! Dizem defender o evangelho, mas o que tem mesmo é intolerância à diversidade que existe no Brasil. 

Usando o nome de Deus em vão, sem pudor ou respeito pela fé das pessoas, esses políticos e pastores costumam defender projetos que favorecem as elites e tiram direitos do povo pobre e trabalhador. 

Somos religiosos, mas repudiamos este projeto de poder e violência em nome de Deus, da fé, da espiritualidade e da crença.

Não autorizamos que a Bancada Evangélica e líderes autoritários  falem em nosso nome!

Se você também se indigna com a manipulação política da religião feita pela Bancada Evangélica e por lideranças religiosas fundamentalistas, junte-se a nós!

Apoie nosso abaixo assinado e divulgue a campanha para o máximo de pessoas que puder. 

O povo de fé deste país precisa se levantar contra quem espalha ódio e mentira e se diz dono da fé!

#NãoEmNomedeDeus
#NãoEmNomedeJesus
#NãoEmNomedaFé
#NãoEmNomedaIgreja
#NãoEmNossoNome

Eu não autorizo que a bancada evangélica fale em nosso nome! Assine agora!